13/01/2008

La notte a San Marino

Há pessoas, locais e acções que me fazem lembrar outros locais. Ontem pensei em San Marino. Não é propriamente um dos locais mais bonitos de Itália, à parte todo o seu significado histórico no contexto do país.

Mas pensei em San Marino... Obssessivamente. Enquanto procurava projectar a mente para um outro local que não aquele onde me encontrava.

Como num poema que às vezes humilha e obriga a ir ao dicionário, senti-me perante um graffiti que não entendo, que me obriga a desconstruir ideias pré-concebidas, a afastar-me e a entender o que há para lá da tinta.



Sou naif nestas lides da arte urbana. Em San Marino, tudo é tão mais fácil... Pedras, castelos e história por todo o lado. Mais fácil de entender.

Quando se quer ficar na escuridão, não presenciar os acontecimentos, quando a luz do dia clarifica e assusta, quando corta o que justifica o momento, quando Arcade Fire são a banda sonora ideal para tudo o que acontece... Tudo seria tão mais fácil se estivesse em San Marino.

Quero afastar a cabeça. Deitá-la num qualquer ombro e acordar em San Marino.

4 comentários:

curse of millhaven disse...

tb n me importava...apesar d nca la ter ido lol

...anywhere but here...

Maria del Sol disse...

Nem eu estive, mas se em vez de San Marino, fosse, por exemplo, Parma ou Bolonha, ia já no primeiro avião. Sem pensar duas vezes.

Jaime disse...

e cabíamos lá todos? :-)

H4rdDrunk3r disse...

Jaime... em San Marino cabe toda a gente... Mas nem é a cidade em si... e sim os motivos que levam a querer ir para lá... E só eu os sei, não digo a ninguém!