09/05/2008

World Press Photo 2008

Balazs Gardi, Hungary

A man holds a wounded boy in front of a house in the village of Yaka China, in the Korengal Valley in north-eastern Afghanistan. The boy received shrapnel wounds from a rocket during a US air strike
on a suspected insurgent position in the village. After the strike, which villagers said killed and wounded a number of civilians, elders declared jihad on American forces in the valley.


Inaugura esta noite mais uma edição do World Press Photo. Está patente no Museu da Electricidade e pode ser vista até ao dia 8 de Junho.


É uma exposição ímpar. E impressionante é o facto de meia dúzia de imagens (vá, são 185) conseguirem com que me lembre da minha pequenez e impotência perante os acontecimentos que se dão neste imenso mundo. Por isso vá, mexam o rabinho desse sofá, larguem o computador e vão até lá.


Porque o mundo não gira à volta do nosso umbigo.

9 comentários:

RV disse...

completamente de acordo, aqui está uma exposição q tds os anos não perco!

TT disse...

Lá estarei...concordo "brutalmente" com a nossa "pequenez e impotência".

As exposições da WPF são sempre viagens pelo mundo e pela alma.

hierra disse...

Tenho por hábito não faltar...são sempre imagens surpreendentes!:
)

Blue_@ngel disse...

Quero ver se vou. Não quero perder.
Beijocas.

andré disse...

para mim só existe o teu umbigo

Maria del Sol disse...

Já lá estive e adorei. Mexeu comigo.

Beijinhos e boa semana. :)

Menphis disse...

para os meus lados estarão por cá apenas em Novembro. Mas não irei perder.

Para já, tenho uma exposição de capas de discos de vinil em Serralves que não posso perder.

Ema disse...

temos de lá ir, temos de lá ir. já ia fazer a proposta.

lampâda mervelha disse...

É um facto que a exposição impressiona pelas sensações transmitidas, intensidade e qualidade.

Como tudo nesta terra, há sempre alguns exploradores e garimpeiros, até aqui. Em nome de qualquer coisa, infelizmente, é assim em tudo... em nome de...