27/12/2007

Eles

Há-os mais ou menos divertidos. Uns alegram-me e outros fazem-me chorar. Às vezes aborrecem-me e termino a relação a meio, sem lugar a uma última noite juntos. Ficamos sem saber se teria ou não resultado. Mas naquele momento crucial, ele falhou, e não me restou outra alternativa, senão abandoná-lo.



Outros há que me oferecem viagens, as quais não cabem na minha carteira. Quando me convencem, passo mais tempo com um em particular do que com os outros. Chego a envolver-me com 2 e 3 ao mesmo tempo, o que torna as minhas noites complicadas, nunca sei com qual deles hei-de ficar. Por vezes nem me preocupo em escolher qual o ideal, e eles ficam ali deitados, ao meu lado.


Não sei o que faria sem os meus livros.

3 comentários:

Maria del Sol disse...

Os melhores são aqueles que, de tão marcantes, merecem uma releitura. Sabe tão bem redescobrir aquilo que já nos deu prazer :)

Presidente da INFOCÓR disse...

CLAUDiiiiiiiiii!!!! Sua prusti bitch da literatura!...
Gostei...tens jeitinho pa estas coisas miuda!Já eu, as duas últimas vezes que tentei escrever um texto decente o pc brecou e não me deixou salvar o que tinha escrito...=/ deve ser um sinal...tipo..."NÃO ESCREVAS!!!!!"...Acho que vou continuar a dedicar-me às imagens...qd precisares dumas ilustrações...=P
bj*

Vertigo disse...

já não sei viver sem eles :)

Beijo