28/04/2008


A Leonor, que ainda nem 4 anos tem, este fim-de-semana: Mimi, o meu gato morreu. Se o encontrares, podes trazê-lo para casa, para eu tratar dele?



Exactamente o mesmo que me disse há um ano atrás, quando lhe expliquei que a Titi tinha morrido. Ao que ela me responde se a encontrares, trá-la para casa, para eu cuidar dela, está bem Mimi?


Quem me dera, Leonor, quem me dera...





...ainda bem que a morte ainda não cabe numa cabecita de 4 anos...


#Imagem: zé margarido

6 comentários:

Sorrisos em Alta disse...

E viva o mundo maravilhoso da cabeça das crianças!

Ji disse...

É uma boa forma de ver as coisas.
Quem disse que, uma vez adultos, teríamos de sê-lo para sempre?
Bem bom!

Beijo na bochecha.

Vanessa disse...

que ternura... :)

Porcos no Espaço disse...

How sweet!

Blue_@ngel disse...

E quem me dera ter sempre essa inocência...
Gostei do que li. Voltarei.
Beijocas.

Ema disse...

ainda bem.